Oi, gente! Em breve estou indo para o Rio de Janeiro com a minha bicicleta fixa e resolvi explicar um pouco mais sobre o que é uma bike fixie pra todo mundo que acaba me perguntando. Cê consegue imaginar uma bicicleta que só se move se você pedalar e se você parar de pedalar ela para também? Então, esse é o primeiro conceito básico de uma bicicleta fixa. Segue lendo!

http://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girlshttp://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girlshttp://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girlshttp://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girls

Uma bicicleta fixa é uma bicicleta com sistema de transmissão (coroa, cubo, corrente e pedais) sem roda livre. Pra quem não entende esse monte de termo técnico: a roda traseira é “presa” no sistema de pedais. Só sai do lugar se pedalar e se parar de pedalar ela para. Embora as bicicletas de roda livre (aquelas em que se consegue girar os pedais para trás sem interferir na aceleração da bicicleta) sejam bastante comuns as bikes fixas ou “fixies” permaneceram como modelo padrão para as bicicletas de velocidade.

É super comum você encontrar fixeiros que não utilizam freios em suas bicicletas. Parece coisa de louco mas é bem simples explicar o motivo. Se a aceleração das bicicletas depende da força que se aplica nos pedais a mesma coisa acontece com a desaceleração, só que dessa vez no sentido contrário. “Mas Nina, depender da força das pernas pra parar essa máquina de duas rodas que te leva de um lado pro outro não é muito perigoso?” Pra algumas pessoas é sim. E é por isso que elas colocam freios em suas bicicletas fixas. O correto é aprender a “ler” o trânsito, sempre respeitando as regras do código de trânsito brasileiro, e ir num ritmo em que a desaceleração com os pedais seja mais tranquila. Como as fixas são bicicletas com estrutura bem mais leve que os demais tipos de bicicleta é recomendado para os que curtem velocidade a utilização de dois freios. Se você anda com mais cautela, talvez só um resolva na hora de uma situação surpresa.

http://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girlshttp://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girlshttp://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girls

Quem acompanha meus dramas diários no Twitter e no Snapchat sabe que desde que eu voltei de Amsterdam, onde tive um contato intenso com o mundo das bicicletas, passei a utilizar o sistema de bicicletas compartilhadas da prefeitura para locomoção diária aqui na cidade de Fortaleza. No começo eram flores! As ciclofaixas recém pintadas e a topografia plana da cidade me deixavam muito empolgada pra utilizar cada vez mais e mais um meio de transporte alternativo, não poluente e cheio da graça. As estatísticas do programa Bicicletar não paravam de subir, assim como o número de usuários e, consequentemente..

..O número de bicicletas quebradas, a falta de agilidade do programa da Unimed para substituir e reparar as bicicletas no período da noite e a raiva que me subia no pescoço depois de rodar quatro estações procurando uma bicicleta para encontrar nada. Depois da minha quinta noite procurando uma bicicleta, em meados de julho, me dei por vencida e disse que não queria mais depender dessa situação patética. O meu passe anual do Bicicletar ainda vai ser utilizado. Posso liberar para meus amigos me acompanharem, ensinar algum amigo a andar de bicicleta, utilizar como bicicleta reserva quando a minha estiver na oficina.. Mas uma coisa é certa: não dá pra depender deste sistema para deslocamentos de até 12km diários, como eu costumava fazer.

E foi então que eu conheci a Bitelli Bikes, uma loja e oficina de bicicletas urbanas aqui na cidade de Fortaleza. Na noite que curti a página deles no Facebook tinham acabado de postar o ensaio com essa bicicleta aqui, que teve partes reformadas ali na loja. Precisa dizer que foi amor a primeira vista? Não, né? Tá bem implícito. Fui lá no dia seguinte e comprei a “bicicleta viada” (juro que é o apelido carinhoso que deram pra ela), saí a pessoa mais feliz da vida. O Allan e a Mara, donos da loja mais gracinha da cidade, também organizam eventos e pedaladas com as pessoas da comunidade de bikes fixas local, o Fixed Gear Fortaleza. Eu fui pra um evento de corrida de rolo (onde bicicletas de verdade funcionam como ergométricas e quem fizer 500m mais rápido ganha) e uma Bitellada (circuito pequeno com trechos desafiadores) e não poderia ter mais certeza de que fiz a escolha certa em comprar uma bicicleta fixa.

Feliz que troquei uma viagem por ela, feliz que não iria mais ter que depender das bikes da “prefs” pra vir trabalhar, feliz que me forçaria a ter um ritmo de vida mais saudável.. Fe-liz! Então pra você que chega pra mim e pergunta: “Nina, que bicicleta eu compro?” eu respondo sem medo: vai de fixa!

http://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girlshttp://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girlshttp://www.ninatangerina.com/ - Fixed Gear for Girls

Ps: o nome dela é Ramona Flowers. O apelido continua sendo bike viada e ela é da Black Flea. Me custou 990 dinheiros brasileiros muito bem gastos.

FAÇA UM COMENTÁRIO →