1
Querido Papai Noel,

Esse ano eu procurei estudar e aperfeiçoar meu inglês. Consigo ler textos acadêmicos, manter longas conversas sobre assuntos com os quais sou familiar e compreender australianos conversando entre si (esse foi o mais difícil de todos). Minha vida acadêmica não está das melhores, confesso, porém minha vida profissional acabou de dar uma estabilizada. Tô num bom emprego trabalhando com o que gosto. Somei duas grandes viagens internacionais e pelo menos cinco viagens nacionais que me fizeram crescer como ser humano. As diversas experiências que tive me moldaram e hoje posso dizer que estou mais madura que a Nina de 2014. Físico e espiritualmente.

Pra esse Natal peço um pouco mais de paciência, sorte no amor e vontade pra fazer meu ano acadêmico de 2015 o melhor possível. Os pedidos não materiais são muitos então peço uma parcela no Natal e uma parcela no Ano Novo. Iemanjá e Oxalá vão receber outras cartas e oferendas! Não peço nada que possa ser comprado mas sim deixo aqui o que eu quero comprar com meu dinheiro e esforço a partir desse 24 de dezembro. Afinal, todo mundo que foi bonzinho merece presente, né? E porque não me presentear?

2
Yellow Boots. Não pra andar na rua como um item da moda e sim pra pisar confortavelmente na terra, na água e onde esse mundo selvagem puder me permitir conhecer. (Update: não foi yellow boot mas comprei uma bota pra andar na terra, eba!)

3
GoPro! Não importa se é a mais básica ou o último modelo. Quero em breve poder compartilhar vídeos dos lugares que passei, pessoas que conheci, comidas que fiz e teorias sobre o universo.

4
Material de camping. Um bom canivete (perdi o meu quebra-galho), uma caixa impermeável para fósforos, acendedor de fogueira, kit de café, kit de panela. Tudo pra que minha próxima noite na barraca seja digna de um hotel mil estrelas (olhando pras do céu, claro).

6
Uma bicicleta omafiets (modelo de vovó) pra poder vir pro trabalho e me acostumar com um estilo de vida mais saudável. Com cestinha, de preferência!

7
E tá na hora de trocar de celular, né? Essa telinha do meu sempre foi pequena demais pra assistir minhas séries favoritas no Netflix. (Update: habemus iPhone 6!)